SEAD

Secretaria de Estado da Administração

Acessibilidade: A+ A() A-
NOTÍCIAS

Mais de 2,7 mil candidatos faltam às provas do concurso público da Fcria

Primeira fase do concurso aconteceu neste domingo, 25, com cargos para nível médio e superior.
Por: Gabriel Dias - 26/11/2018 - 10:51
Provas foram aplicadas pela manhã, para os cargos de nível médio, e à tarde, para os de nível superior
Foto: Marcelo Loureiro / Secom
Provas foram aplicadas pela manhã, para os cargos de nível médio, e à tarde, para os de nível superior

Aconteceu neste domingo, 25, a primeira fase do concurso público da Fundação da Criança e Adolescente (Fcria). O certame oferece 50 vagas para nível médio e 14 vagas para nível superior, mais formação de cadastro reserva, dando oportunidade para quem deseja ingressar no serviço público estadual.

As provas aconteceram no turno da manhã, para os cargos de nível médio, e no turno da tarde para os cargos de nível superior. Segundo levantamento divulgado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), contratada pelo Governo do Amapá para organizar o certame, dos 15.125 inscritos para os cargos de nível médio, 2.579 não compareceram para realização da prova, já para os cargos de nível superior dos 1.999 inscritos, 217 não compareceram.

O estudante Eduardo Leão, 21 anos, chegou ao local de prova nas primeiras horas da manhã com a expectativa de conseguir uma vaga que, segundo ele, irá lhe garantir uma estabilidade financeira. “Estou me preparando há algum tempo para essa prova, por acreditar que é uma oportunidade de vida, de conseguir um emprego que vai me garantir uma estabilidade financeira e um futuro mais seguro para mim e para minha família”, destacou o candidato.

Já a servidora pública Beatriz Monteiro encarou a prova neste domingo como um desafio após anos sem participar de um processo como este. “Já sou concursada, mas decidi realizar a prova seis anos depois, como um desafio. A prova estava muito boa e quem sabe eu consiga uma vaga que garantiria uma mudança de carreira e um crescimento profissional”, explicou.

A aplicação da prova objetiva de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos com 50 questões, e prova de redação, foram a primeira etapa do concurso, que será seguida pelo exame documental, exame de capacidade física, teste de avaliação psicológica, exame de saúde e investigação social.

A gerente do Núcleo de Desenvolvimento Pessoal da Secretaria de Estado da Administração (Sead), Ilana Vilhena, avaliou como positiva essa primeira fase do concurso da Fcria. “Esse é o primeiro de uma série de concursos que o Estado estará realizando neste final de ano, e nossa avaliação até o momento é bastante positiva, pois vimos uma grande quantidade de pessoas se inscrevendo e vindo realizar as provas em busca de uma das vagas”, frisou Ilana.

A Fundação Carlos Chagas está apurando o caso de algumas fotos que estão circulando nas redes sociais, de candidatos que teriam levado o caderno de questões das provas deste domingo, conduta esta, vedada pelo edital do certame, sob pena de eliminação do candidato.

O gabarito com as questões da prova será divulgado no dia 26 de novembro, às 17h, no site da FCC. As questões da prova objetiva ficarão disponíveis até o último dia para interposição de recursos referentes ao resultado da mesma. A publicação do resultado definitivo da prova objetiva e discursiva-redação está previsto para acontecer no dia 23 de março de 2019.

Vagas

As vagas de ensino médio são para Educador Social (10 vagas imediatas e 30 cadastros de reserva) e Monitor Socioeducativo (40 vagas imediatas e 80 cadastros de reserva). Já para o ensino superior, as vagas ofertadas são para Educador Social Nível Superior/Arte Educador (5 vagas imediatas e 10 cadastros de reserva); Educador Social Nível Superior/ Pedagogo (4 vagas imediatas e 10 cadastros de reserva) e Educador Social Nível Superior/ Psicólogo (5 vagas imediatas e 10 cadastros de reserva).

O salário para as vagas de ensino médio é de R$ 2.856,04, acrescido de 25% de Gratificação de Socioeducativa e Proteção e, para ensino superior, R$ 4.080,15, acrescido de 25% de Gratificação de Socioeducativa e Proteção.


SEAD - Secretaria de Estado da Administração
Av. FAB, 87. Fone: (96) 3084-8000
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International

Amapá