SEAD

Secretaria de Estado da Administração

Acessibilidade: A+ A() A-
NOTÍCIAS

GEA oferta plano de saúde a mais de 27 mil servidores públicos

Governo do Estado firmou convênio de adesão, nesta sexta-feira, 29, com o Geap Autogestão em Saúde, que vai beneficiar servidores e seus familiares.
Por: Eloisy Santos - 29/06/2018 - 16:42
Solenidade de assinatura do convênio com a operadora do plano de saúde ocorreu nesta sexta-feira, no Palácio do Setentrião
Foto: Marcelo Loureiro
Solenidade de assinatura do convênio com a operadora do plano de saúde ocorreu nesta sexta-feira, no Palácio do Setentrião

O Governo do Estado do Amapá (GEA) formalizou, nesta sexta-feira, 29, o Convênio de Adesão com o Geap Autogestão em Saúde. Com a iniciativa, o GEA investe na qualidade de vida dos servidores estaduais, com a oferta de serviços de assistência à saúde. Serão beneficiados 27.633 mil servidores do Executivo estadual, entre ativos, inativos, aposentados, pensionistas, cargos em comissão, além de seus familiares.

A solenidade de formalização o convênio foi presidida pelo governador do Amapá, Waldez Góes, no Palácio do Setentrião. Participaram do evento, membros da equipe de governo, das bancadas federal e estadual, de sindicatos de servidores e sociedade civil.

Compromisso

O governador Waldez Góes destacou a valorização do servidor como um dos principais compromissos da gestão, por entender que este é o caminho mais eficaz e correto de ofertar, cada vez mais, serviços de qualidade aos amapaenses.

“Trabalhamos muito diante da crise. Enquanto enfrentávamos os desafios, atuamos planejando, articulando e destravando empasses para chegar a este momento. Hoje concretizamos mais um de tantos compromissos que já efetivamos em benefício dos nossos servidores e da nossa gente. Prosseguiremos nessa perspectiva de ampliar direitos e serviços pautados no diálogo, na transparência, na legalidade e na segurança fiscal”, enfatizou o governador.

Góes acrescentou que, através do convênio, o Estado entrará com uma participação per capta de R$ 50 para o servidor e cada dependente que aderir ao plano. Em outros estados do país, de acordo com informações da Geap, esse valor chega a R$ 1,00.

O GEA conseguiu estender o prazo de isenção de carência previsto no convênio, de 30 para 60 dias. Portanto, o servidor que fizer a adesão em até dois meses, está isento de carência para todos os procedimentos ofertados pelo plano.

O benefício foi comemorado por muitos servidores estaduais presentes na solenidade, dentre eles, o presidente da Associação dos Servidores de Nível Superior do Grupo Gestão (Supergest), Paulo Matos.

“Este é um ato de extrema importância para nós, servidores. Aguardamos por isso há muito tempo e graças a Deus, à sensibilidade da gestão, hoje é uma realidade. Estamos gratos, felizes. O sentimento é de valorização e de reconhecimento de uma demanda levantada durante os diálogos com a gestão. Esperamos que mais resultados positivos possam ser alcançados”, comemorou Matos.

Geap

O diretor executivo da Geap, Leopoldo Alves, frisou que a operadora atua há 72 anos no mercado de saúde suplementar no país. Seu alcance é de 450 mil servidores públicos, entre federais e estaduais, espalhados por todas as regiões do Brasil. O Geap dispõe de assistência ambulatorial e hospitalar, incluindo serviço de obstetrícia; planos que contemplam assistência odontológica, incluindo clareamento dental; programas de prevenção e promoção à saúde, dentre outros.

O Executivo estadual possui 27.633 servidores entre efetivos (civis e militares), cargos em comissão, inativos (aposentados e pensionistas). Com os familiares dos servidores em até 3° grau de parentesco, o Geap estima alcançar cerca de 40 mil pessoas.

“Estamos prontos para atender da melhor forma possível aos servidores e seus familiares. Nossa perspectiva é de alcançar 40 mil vidas entre titulares e dependentes. Para isso, inauguramos nossa nova sede no Estado. O Amapá merece de nós uma agência muito bem estruturada, moderna, com excelência no atendimento”, enfatizou Leopoldo.

A partir de segunda-feira, 2 de julho, o servidor pode comparecer à nova sede do Geap, localizada na Rua Binga Uchôa, 28, Centro de Macapá, para ter acesso a todas as informações referentes aos planos ofertados, e assinar a adesão.

O servidor poderá optar por plano com coparticipação (quando o usuário paga uma mensalidade menor, entretanto, paga separadamente parte de procedimentos como exames, consultas e internações); ou sem coparticipação.

O pagamento do plano se dará por consignação, ou seja, o valor será descontado em contracheque. Em caso de falta de margem, o pagamento deverá ser efetivado via boleto bancário.

Empenho e gestão

O procurador-geral do Estado do Amapá (PGE), Narson Galeno, registrou que o Executivo estadual traçou um grande planejamento e se empenhou, junto à Geap, para consolidar a parceria.

Galeno explicou que a Lei Estadual Nº 0066, de 3 de maio de 1993, que trata do Regime Jurídico dos Servidores Civis do Estado, das Autarquias e Fundações Públicas Estaduais, não dava a possibilidade ao Estado de contratar um plano de assistência à saúde.

“O Executivo, então, criou um projeto de lei, submeteu à avaliação da Assembleia Legislativa do Amapá [Alap] e sancionou a Lei 2.320 de 9 de abril de 2018, que altera o artigo 237 da Lei 0066, podendo, assim, firmar o convênio com a Geap e beneficiar os servidores e seus familiares”, explicou Galeno.

A secretária de Estado da Administração (Sead), Suelem Amoras, destacou que a iniciativa do governo foi pautada no diálogo com as categorias de servidores desde 2015, através da Agenda do Servidor.

“Esse foi um pleito apresentado por praticamente todos os sindicatos nas rodadas de diálogo. O que estamos concretizando hoje é mais uma entrega de um compromisso assumido e exaustivamente planejado. Praticamente todas as operadoras só ofertam planos coletivos no Amapá, e isso dificultava muito a vida do servidor. Hoje podemos acessar planos individuais e uma saúde de melhor qualidade”, salientou a secretária.

Representando o Poder Legislativo, o deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), Antônio Furlan, parabenizou o governo pela iniciativa e pontuou os benefícios indiretos que serão gerados.

“Essa foi uma decisão muito acertada do governador com a sua equipe de governo, e representa um dia histórico. Ao mesmo tempo em que oportuniza o plano de saúde para o servidor e seus familiares, gera emprego e renda na iniciativa privada, porque tanto os hospitais, quanto as clínicas, vão ter que se preparar para essa nova demanda”, registrou Furlan.

Atendimentos

A rede hospitalar que atende aos pacientes do Geap, no Amapá, com serviço de Pronto Atendimento, é o Hospital São Camilo e São Luís. Segundo a administração do Geap, o hospital apresentou um planejamento para honrar com os atendimentos. De imediato, está ampliando a equipe clínica de pronto atendimento.

Ainda segundo a administração do Geap, no prazo de 45 dias, o Hospital informou que irá desmembrar o atendimento clínico e pediátrico, o que vai possibilitar a ampliação da capacidade de atendimento para ambas especialidades. E no dia 13 de julho, o hospital deve expandir sua estrutura física, a partir da inauguração de uma nova ala de apartamentos para internação e área de nefrologia.


SEAD - Secretaria de Estado da Administração
Av. FAB, 87. Fone: (96) 3084-8000
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International

Amapá