SEAD

Secretaria de Estado da Administração

Acessibilidade: A+ A() A-
NOTÍCIAS

Grupo de Fiscalização Agropecuária tem carreira regulamentada pelo governo

Legislação cria o status profissional de Auditor Fiscal da Defesa Agropecuária, qualificando o trabalho no setor produtivo amapaense.
Por: Gabriel Dias - 10/04/2018 - 08:20
Em torno de 85 servidores da Diagro serão alcançados com o PCCR
Foto: Maksuel Martins
Em torno de 85 servidores da Diagro serão alcançados com o PCCR

Oitenta e cinco servidores da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária do Amapá (Diagro) foram beneficiados com a sanção de duas leis que regulamentam o Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR) do Grupo de Fiscalização Agropecuária. As leis foram sancionadas na manhã desta segunda-feira, 9, pelo governador Waldez Góes.

A Lei nº 0018/18 institui o PCCR alcançando 85 servidores que atuam no órgão. E a Lei nº 0017/18 modifica o enquadramento jurídico dos servidores da Diagro, abrindo caminho para a instituição do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações, a fim de consolidar uma inteligência permanente do Estado na área de inspeção agropecuária, dada a natureza e complexidade das carreiras e cargos que integram o referido grupo.

Representando a Diagro, o chefe de gabinete, Charles Júnior, disse que a sanção das leis vai aumentar a qualidade do serviço de defesa agropecuária ofertado pelo órgão. “Passamos a regulamentar a esses profissionais, criando o status profissional de auditor fiscal da Defesa Agropecuária. Isso motiva o nosso servidor e qualifica o trabalho executado”, discursou.

O auditor fiscal é responsável por diversas áreas, como desenvolver projetos e programas; desempenhar a vigilância sanitária e epidemiológica, além de inspecionar atividades e controlar o trânsito relacionado a animais e vegetais, assim como produtos e subprodutos. O cargo ainda é responsável por autorizar ou suspender a realização de leilões, feiras e eventos que envolvam concentração de animais, dentre outras atribuições técnicas e burocráticas no órgão.

O vice-presidente do Sindicato da Fiscalização Agropecuária (Sinfa), Fábio Romero, assegurou que a regulamentação do PCCR, vai valorizar os profissionais que executam um papel essencial no avanço do setor produtivo do Estado. “Nós reconhecemos o apoio do governo para que a gente pudesse alcançar essas conquistas. Agora, temos o compromisso de trabalhar com ainda mais seriedade e respeito”, afirmou o servidor.

O governador Waldez Góes destacou a importância de valorizar esses profissionais que tiveram um papel muito importante nos avanços na área animal como, por exemplo, o status de “livre de Febre Aftosa”. E na área vegetal, como no controle de pragas, principalmente da mosca da carambola. “Estamos seguindo para um novo caminho, onde a produção de alimentos terá um papel muito importante para a economia do Estado. Por esse motivo, esses profissionais cumprem um papel muito importante nesse processo”, frisou o governador.


SEAD - Secretaria de Estado da Administração
Av. FAB, 87. Fone: (96) 3084-8000
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International

Amapá