SEAD

Secretaria de Estado da Administração

Acessibilidade: A+ A() A-
NOTÍCIAS

Prova oral para delegado da Polícia Civil acontece a partir de sexta-feira

114 candidatos foram aprovados e continuam na disputa por uma das 25 vagas ofertadas.
Por: Weverton Façanha - 01/02/2018 - 10:24
Foto: Ascom/Secom

A Fundação Carlos Chagas (FCC) aplicará nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro (sexta, sábado e domingo) a prova oral do concurso para delegado da Polícia Civil do Amapá. De acordo com o edital, as provas serão realizadas no prédio do Centro de Ensino Superior do Amapá (Ceap), em Macapá, a partir das 8h, pela manhã, e às14h, no período da tarde. 114 candidatos foram aprovados e continuam na disputa por uma das 25 vagas ofertadas pelo governo do Estado.

Nesta fase do concurso o candidato terá 30 minutos de arguição sobre temas de disciplinas jurídicas de Direito Penal e de Direito Processual Penal. Os assuntos das argumentações serão organizados em pontos a serem sorteados na ocasião de sua realização. O concorrente será avaliado por uma banca de especialistas que fazem parte da FCC. Será eliminado do concurso o candidato que não comparecer ao local no dia e horário indicados no cartão informativo.

Após a argumentação, cada examinador atribuirá, para o candidato, nota de 0 a 100 pontos, em cédula assinada e colocada em envelope lacrado até a data da apuração. Serão considerados aprovados na Prova Oral os candidatos que tiverem pontuação média igual ou superior a 60.

A secretária adjunta de Estado da Administração, Regina Duarte, explicou que esta etapa do certame é a última de responsabilidade da Fundação Carlos Chagas. “A Fundação tem total cargo nesta fase de argumentação oral, mas a partir da próxima fase, que é o Teste de Aptidão Física [TAF], o governo passará a ser responsável pelo seguimento do concurso”, declarou.

De acordo com os dados da FCC, nesta fase 32 disputam vagas para os municípios de Oiapoque, Calçoene, Amapá, Pracuúba e Tartarugalzinho; 24 concorrem para as cidades Ferreira Gomes, Porto Grande e Pedra Branca do Amapari; 28 pleiteiam vagas para Laranjal do Jari e Vitória do Jari; e 28 querem trabalhar em Macapá, Santana e Mazagão, dentre eles 2 candidatos com deficiência física.

As demais fases são o Teste de Aptidão Física, exame documental, médico e exame psicológico, investigação social e, por último, o curso de Formação Policial Profissional, que será ministrado pela Academia Integrada de Formação e Aperfeiçoamento (Aifa).


SEAD - Secretaria de Estado da Administração
Av. FAB, 87. Fone: (96) 3084-8000
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International

Amapá